Água


Uma água para Neocaridinas ou Tigers, dependendo do local onde se resida, pode muitas vezes ser proveniente da rede se esta for alcalina. Deve ser recolhida e deixar repousar um a dois dias para possibilitar a evaporação do cloro, no entanto temos o risco de possíveis metais nocivos nestas águas, para os eliminar temos que recorrer a produtos comercializados com esse fim.

Se a água da rede for instável ou com parâmetros diferentes dos pretendidos, podemos sempre optar por uma água perfeita (osmose) ou engarrafada de baixa mineralização, adicionando minerais GH/KH+ para obter os valores ideais para estas espécies.

Para  um GH de ±7ºdH e 3/4 KH, usando Osmose devemos usar Â±1,20/1,25g por cada 5L.

Minerais GH/KH+: Levantam a dureza total (°dGH) e dureza de carbonatos (KH), na proporção de ºdGH/KH: 1.0/0.5 aumentando também o pH da água.

 

Para Caridinas, a água deve ser sempre preparada com os parâmetros pretendidos, usando água de Osmose ou Engarrafada com baixa mineralização e pH ácido.

A remineralização da água deve ser feita adicionando minerais GH+, auxiliando a dissolução dos minerais numa garrafa de 1,5L com parte da água a usar e agitar, ao observarmos que se encontram bem dissolvidos, juntar com a restante água a usar na TPA.

Para obter um GH de ±5ºdH, usando Osmose devemos usar ±0,65/0,70g por cada 5L.

Minerais GH+: Levantam a dureza total (°dGH) sem significativamente influenciar a dureza de carbonatos (KH). Isto é especialmente importante para o camarão proveniente de “habitats softwater” (proporção de °dGH/KH: 1.0/0.06) sem influenciar o pH.

Caridinas Sulawesi, são camarões muito exigentes nos seus parâmetros e requerem o uso de água de osmose e minerais sulawesi específicos para eles. A complexa preparação destas águas, devido à dificuldade na dissolução destes minerais dificulta a obtenção dos valores desejados usando os valores padrão indicados na embalagem. É conveniente medir várias vezes durante a preparação até alcançar os parâmetros desejados. 

Estes minerais contêm oligoelementos essências à sobrevivência destas espécies.

Minerais SULAWESI: Aumentam a dureza total e a dureza de carbonatos na razão (proporção ºdGH/KH = 1.0/0.78) aumentando também o pH da água.


TPA

A água inicial para ciclagem do aquário ou das regulares TPA (Troca Parcial de Água) deve ser preparada, sempre conforme a necessidade de cada espécie tal como indicado anteriormente ou de acordo com os parâmetros do criador.

Uma TPA deve ser feita semanalmente, ou com maior regularidade se estivermos perante algum elemento instável no nosso aquário. Aquários de maiores dimensões podem permitir mais tempo sem a referida TPA, mas sempre dependendo da quantidade de camarões.

A percentagem da TPA em condições normais deve rondar os 25 a 30%

A água a usar deve sempre ter os parâmetros corretos, ou o mais similares aos usados no aquário, incluindo a própria temperatura para evitar grandes alterações.

A introdução da água no aquário deve ser feita lentamente para que alguma eventual alteração entre a presente no aquário e a introduzida não provoque alterações bruscas aos camarões, podendo causar stress e levar à morte.


IMPORTANTE

LIMPEZA DE FILTRO
Usar sempre água retirada da TPA

REPOSIÇÃO DE EVAPORAÇÃO
Usar sempre água sem mineralização



BACK TO TOP
0
    0
    item(s)